Skip to main content

Tag: restauracao

Como saber se o dente precisa de tratamento de canal?

Ao notar mudança uniforme de tonalidade de um dente, sentir dor de dente ou ter sensibilidade com alimentos quentes ou gelados, procure o dentista prontamente, pois este fatores podem indicar que o dente necessita de tratamento de canal.

O tratamento de canal visa salvar um dente comprometido e evitar sua extração e implante dentario. Por isso, após sua recomendação, o ideal é que seja realizado o quanto antes.

Mas caso haja o comprometimento dental, e necessidade de extração e implantes dentarios, fique tranquilo, o tratamento com implantes atualmente é simples e na maioria dos casos rápido. Muitas vezes a cirurgia de extração e implante dentário pode ser realizada no mesmo dia.

Muitas vezes, o tratamento de canal é a única forma de salvar um dente

Os dentes são formados por tecidos duros e moles, ou seja, os dentes saudáveis são considerados tecidos vivos.

Entretanto, quando os nervos da polpa do dente (parte interna do dente), são danificados, quase sempre por lesão ou cárie, eles podem parar de fornecer sangue ao dente.

A falta de irrigação sanguínea e infecção profunda podem causar a morte do nervo e da polpa dentária, fazendo com que o dente se torne não vital necessitando de um tratamento de canal ou até mesmo de uma extração.

Saiba como identificar um dente morto e o que deve ser feito para não perder o dente.

tratamento de canal 49kb

Quais são os sinais de um dente morto?

Um dente morto é um dente que por algum motivo não está mais recebendo um novo suprimento de sangue.

A alteração da cor pode ser um dos primeiros sinais de um dente doente, quase sempre acompanhando também de dor nos dentes e gengiva.

Dentes saudáveis geralmente possuem um tom de branco, embora a cor possa variar dependendo da dieta e higiene bucal.

A mudança de cor para um tom amarelo, marrom claro, cinza ou até preto em um único dente pode indicar que ele está doente ou até mesmo morrendo.

Essa mudança de cor é uniforme, ou seja, ocorre em todo o dente e faz com que ele fique diferente de todos os outros dentes. A descoloração aumentará com o tempo, à medida que o dente decai e o nervo morre. Os outros sintomas que indicam a morte da polpa dentária são:

O que causa a morte da polpa?

Cárie profunda, lesão e trauma são as principais razões que levam a morte da polpa dentária.

O tempo que leva para o dente chegar a esse ponto varia de acordo com a causa. Se ocorrer por trauma ou acidente, o dente pode morrer rapidamente ou em questão de dias. Se for por cárie, pode ocorrer lentamente dentro de meses ou até anos.

Por isso é importante tratar a cárie ainda no começo, para que a infecção não atinja os tecidos internos do dente – dentina e polpa dentária.

carie tratamento canal 50kb

As cáries começam no esmalte, que é a camada protetora externa do dente. A falta de higiene bucal adequada e dietas ricas em açucares proliferam bactérias que liberam toxinas que causam desmineralização do esmalte dentário. É importante que se mantenha uma dieta rica em alimentos que fazem bem para os dentes.

A cárie degrada lentamente o esmalte e, sem o devido tratamento, alcança a polpa. Isso faz com que a polpa seja infectada por bactérias, o que corta o suprimento de sangue e, eventualmente, causa a sua morte. É comum sentir dor intensa assim que a cárie atingir a polpa.

Ao notar mudança de cor em um dente, dor de dente, sensibilidade, gengiva inchada ou vermelha, mancha branca e opaca no dente, buraco no dente, agende uma consulta com dentista. A cárie profunda é facilmente diagnosticada por meio de uma radiografia.

avanco carie perda dente implante 50kb

Como saber se o dente precisa de canal?

Ao diagnosticar uma cárie profunda com infecção da polpa dentária, ou polpa dentária doente por causa de trauma, na maioria dos casos o primeiro procedimento indicado é o tratamento de canal.

Essa é a medida mais eficiente para tentar manter o dente e não o extrair se o dentista avaliar que é possível manter esse dente.

O procedimento consiste na abertura do dente, remoção da polpa doente e retirada de todos os tecidos comprometidos.

Após a limpeza, os canais são preenchidos com material de obturação, e o dente fechado com resina composta da mesma cor dos dentes, ou até mesmo com restaurações de porcelana computadorizada, ou nos casos de grande destruição do dente será necessário instalar uma coroa de porcelana livre de metais para reconstruir o formato do dente.

Leia: Após o tratamento de canal, é melhor fazer uma restauração ou instalar uma coroa?

Leia: É possível extrair o dente e colocar implante no mesmo dia?

Como fica o dente após o tratamento de canal?

O dente com tratamento de canal foi mantido na boca, porém nunca será como um dente saudável. Ele pode ser mais frágil devido ao desgaste para retirada do tecido cariado.

Além disso, ele perde a hidratação natural da irrigação sanguínea que havia antes.

Por esse motivo as coroas geralmente são recomendadas para os dentes posteriores, pois são eles os mais exigidos para as funções mastigatórias.

Com a remoção do nervo, a pessoa geralmente não vai sentir incomodo neste dente. Porém, é importante seguir as recomendações do dentista para logo após a realização do procedimento a fim de evitar dor e desconforto, até que se complete a recuperação.

Após o canal é feita uma restauração ou núcleo e coroa?

Para os dentes do fundo da boca, quase sempre será necessário um núcleo intrarradicular, que exerce dessa forma, a função de reforço. Logo na sequência é elaborada uma coroa de porcelana ou zirconia, preferencialmente. Atualmente sabemos, a partir de estudos científicos dos tipos de coroas, que a Zirconia dental é o material de mais alta resistência para elaboração de coroas. Dessa forma, quando falamos em dentes posteriores, que exercem função intensa na mastigação, a coroa de zircônia pura é recomendada.

Nossa conduta clínica, ao realizar o tratamento de canal de um dente do fundo da boca, é evitar a resina simples para fechamento do canal, haja vista que, apesar de inicialmente parecer bonita, não possui a mesma resistência que uma coroa dental, e pode fraturar em pouco tempo.

Curiosidade: O especialista em tratamento de canal é o endodontista ( às vezes confundido por endodentista, ou canalista).

Tratamento de canal ou extração

Em casos de grande trauma ou destruição avançada das estruturas do dente por cárie, é possível que somente o tratamento de canal não seja suficiente para manter o dente.

Neste caso, será indicada a extração do dente. Mas isso não significa que a pessoa ficará sem dente, pois na maioria dos casos é possível colocar implante dentário e uma coroa fixa logo após a extração, desde que não haja muita infecção. Após a cicatrização do implante é realizada a coroa dentaria.

Como prevenir a morte da polpa dentária?

Praticar boa higiene oral, escovando os dentes 3 vezes ao dia e usando fio dental regularmente.

Consultar o dentista a cada 6 meses, e se necessário realizar uma limpeza profissional para evitar acumulo de placa e tártaro

A consulta regular também é importante para identificar os primeiros sinais da cárie que passam despercebidos para a maioria das pessoas

Manter uma dieta saudável, evitando alimentos ricos em açúcar. Também ingerir bastante água para manter a saliva adequada

Praticantes de esportes que elevam o risco de fraturas na região oral devem usar protetores bucais

Conclusão – Agende sua consulta na ImplArt Odontologia

Consulte nosso endodontista, caso note mudança de cor no dente, ou tenha dor e sensibilidade nos dentes. O tratamento precoce ajuda a prevenir complicações. Quando não tratada, a infecção de um dente pode afetar os outros dentes e as estruturas circundantes. A falta de cuidados bucais pode levar a perdas dentarias e implantes dentarios, por isso a importância de visitar regularmente o dentista. Caso tenha a indicação de implantes, consulta um implantodontista para que você tenha a melhor orientação para realização de seu implante dentário.

Portanto, ao detectar sinais de problemas dentários como mudança de cor, dor ou sensibilidade, é importante buscar atendimento odontológico imediatamente para realizar o tratamento de canal. Esse procedimento tem como objetivo preservar o dente comprometido e evitar a necessidade de extração e implante dentário. Sendo assim, é recomendado que o tratamento seja realizado o mais rápido possível após a indicação do dentista.

Estamos à disposição para atender você e orienta-lo em todas as etapas de seu tratamento dentário. Somos uma clinica dentaria que oferece tratamentos com alta tecnologia e conhecimento, sempre pensando em oferecer as melhores alternativas aos nossos pacientes.

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Depois de um tratamento de canal deve-se fazer restauração ou núcleo e coroa de porcelana?

Primeiramente, vamos entender o que é e quando é necessária a realização de um tratamento de canal.

O tratamento de canal é um procedimento realizado por um dentista para remover a polpa dentária danificada, infectada ou morta. Isso ocorre geralmente devido a uma cárie profunda ou fratura no dente. Durante o procedimento, a polpa é removida, o interior do dente é limpo e, em seguida, é preenchido com um material de obturação. O objetivo do tratamento de canal é salvar o dente e aliviar a dor ou infecção associada. É importante procurar nosso especialista em tratamento de canal (endodontista) se houver sintomas de necessidade de tratamento de canal, como dor persistente, sensibilidade ao calor ou frio, inchaço da gengiva ou presença de abscesso.

Essa técnica é em suma a importante alternativa que o dentista tem para manter o dente e não precisar extraí-lo e realizar um implante dentário. Quando o tratamento de canal é realizado com sucesso, logo depois é necessário avaliar o grau de comprometimento da coroa dentária (parte visível do dente).

É nesse momento que se decide entre uma restauração simples ou então a instalação do núcleo com coroa de porcelana. A maioria dos dentes que recebem tratamento de canal precisarão de núcleo intrarradicular e uma coroa de porcelana.

Quando será necessária a coroa de porcelana?

Em casos de dentes do fundo da boca:

Para os dentes do fundo da boca, quase sempre será necessário um núcleo de reforço e depois a coroa de porcelana. Em caso de dentes do fundo muito íntegros, nos quais o especialista em canal faz só um furinho mínimo para tratar o dente, pode-se então fazer um núcleo e um bloco de porcelana.

Jamais vamos fazer só uma restauração simples nos dentes do fundo da boca, para restaurá-lo definitivamente após um tratamento de canal. A resina apesar de inicialmente parecer bonita, não é resistente e pode fraturar em pouco tempo.

Quando a resina quebrar o canal vai se infiltrar de novo e poderá haver dor, fratura do dente ou fratura da raiz, com alto riso de perda do dente. Se o dente infiltrar e permanecer resistente você precisará tratar o canal do dente de novo.

Em casos de dentes da frente da boca:

Em casos de dentes da frente da boca, quase sempre será necessário um núcleo de reforço logo após um tratamento de canal. A indicação da coroa de porcelana ou coroa de zirconia pura vai depender de quanto sobrar de dente saudável após o tratamento de canal.

Nos casos em que a estrutura da coroa dentária está pouco comprometida, um núcleo estético e uma restauração simples podem finalizar o tratamento. Isso desde que o dente seja reforçado com um núcleo dentário.

coroa de porcelana 1
Coroa de porcelana para os dentes da frente

Restaurações pequenas para dentes que não receberam tratamento de canal

Em dentes que não sofreram tratamento de canal, podemos realizar:

  • Obturação em resina,
  • Próteses parciais
  • Blocos de porcelana (onlays e inlays)

Observação: blocos dentais e restaurações de metal não são mais usados

Em pequenas reconstruções, a restauração simples é capaz de reconstruir a forma dental necessária para o paciente voltar a mastigar, falar e sorrir normalmente. Além disso, a restauração tem a função de proteger o dente e dar resistência suficiente para aguentar a carga mastigatória a qual será submetido.

coroas metal free para reabilitação oral cópia
Coroas de porcelana para reabilitação oral prontas para instalação

Quais são os materiais disponíveis para a coroa de porcelana?

Hoje em dia há diversos materiais para elaborar coroas de porcelana. Observe que há vários tipos de porcelana que tem diferentes formas de elaboração, diferente estética e resistência. Portanto siga os links abaixo para mais informações:

Restauração de dentes com grande comprometimento

Já nos casos em que a coroa dentária está inteiramente comprometida, a estrutura dentária precisa ser reproduzida através de uma coroa de porcelana. A coroa dental pode ser feita sem o tratamento de canal. A coroa do dente, primeiro é realizada em resina plástica (coroa provisória) e logo depois é finalizada em porcelana (coroa definitiva).

Canal no dente antes e depois

O tratamento de canal é uma intervenção odontológica essencial quando há danos na polpa do dente, causados por cárie profunda, trauma ou infecção. Antes do procedimento, o paciente pode experimentar dor intensa, desconforto ao mastigar, sensibilidade prolongada ao calor ou frio, e até mesmo inchaço na área afetada. O dente pode apresentar escurecimento devido à morte da polpa.

Durante o tratamento, a polpa danificada é removida, e o canal do dente é limpo, desinfectado e preenchido para evitar futuras infecções. Este processo alivia a dor e salva o dente de necessitar de extração.

Após o tratamento de canal, a dor é significativamente reduzida ou eliminada. O dente tratado pode necessitar de uma restauração ou coroa para garantir sua funcionalidade e estética, especialmente se for um dente posterior que suporta forças significativas ao mastigar. Com os devidos cuidados e higiene oral, um dente tratado pode durar tanto quanto os outros dentes naturais, restaurando a saúde oral e melhorando a qualidade de vida do paciente.

Canal no dente antes e depois
Esta imagem representa esquematicamente o avanço da cárie na estrutura do dente, que pode chagar ao nervo dental, e então criando a necessidade de tratar o canal do dente.

Quando é necessário o pino de reforço na raiz (núcleo)?

A coroa protética precisa de um reforço interno bastante resistente para aguentar a carga mastigatória e para se manter fixa ao longo dos anos. Esse reforço é chamado de núcleo, que é instalado dentro da raiz tratada e portanto serve como pilar para a instalação da coroa protética.

O pino de reforço será necessário SEMPRE que o canal for tratado, independente da região do dente. O núcleo serve para: vedação conta bactérias, Reforço da raiz, Apoio para o futuro dente de porcelana. Não confunda pino de reforço da raiz (núcleo), com pino de implante (no osso). São tratamentos diferentes.

Posso ficar sem o núcleo no dente (pino)?

Você até pode finalizar seu dente com uma resina comum sem colocar núcleo e coroa de porcelana. Porém espere uma durabilidade limitada do tratamento. Em algum momento seu dente vai quebrar ou vai começar a ter uma leve sensibilidade devido à reinfiltração de bactérias nos canais.

Coroa metalocerâmica x coroa zircônia com aplicação cerâmica

Materiais dos núcleos

Hoje em dia todavia, o núcleo pode ser confeccionado em metal ou fibra de vidro, ou em zircônia. Como já falamos, a instalação de um núcleo na raiz é obrigatória nos casos em que é preciso a instalação de uma coroa protética completa ou que se constate uma grande fragilidade do dente remanescente.

Imagine que o dente que é mantido após o tratamento de canal é naturalmente um dente que precisa de mais cuidado. O dente com canal tratado continua portanto sujeito a ter cárie, principalmente se o paciente não tiver os cuidados adequados de higiene oral.

O tratamento de canal também altera a estrutura do dente, tornando-o mais frágil e sujeito a fraturas do que um dente com polpa saudável. O paciente precisa ter a consciência de que esse dente não pode ser submetido a esforços exagerados, mesmo quando tem uma coroa de porcelana.

Conclusão

O tratamento de canal é a remoção da polpa dentária (tecido encontrado dentro da raiz do dente) que está infeccionada, danificada ou morta. Esse comprometimento da polpa normalmente acontece por causa de uma cárie profunda ou por fratura acidental do dente.

Caso ainda tenha dúvidas, agende uma consulta ou então entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Prótese dentária fixa de porcelana sobre dentes com ou sem gengiva

A prótese dentária fixa de porcelana sobre dentes é indicada para restauração e reabilitação oral em pacientes em que é possível manter os dentes naturais, sem a necessidade de instalação de implantes dentários.

A prótese dentária fixa de porcelana sobre dentes é uma opção recomendada para restaurar e reabilitar a saúde bucal de pacientes que têm dentes naturais preservados. Essa técnica não exige a instalação de implantes dentários.

Como funciona a prótese dentária fixa de porcelana?

Os dentes são utilizados como base de sustentação da prótese, seja ela unitária (coroa de porcelana) ou em ponte.

A prótese dentária fixa de porcelana pode ser utilizada em casos de dentes naturais preservados, tanto de forma unitária como em ponte. Essa técnica não requer a instalação de implantes dentários. Os dentes naturais são utilizados como base de sustentação da prótese, garantindo a sua estabilidade. A prótese de porcelana é uma opção recomendada para restaurar e reabilitar a saúde bucal dos pacientes.

Veja algumas das situações onde esse tipo de prótese dentária fixa pode ser aplicada:

  • Restauração de dente danificado, mas com raiz preservada;
  • Restauração de dente com tratamento de canal prévio;
  • Substituição de grandes restaurações antigas e inestéticas;
  • Proteção/restauração de dentes fraturados;
  • Cobertura de dentes manchados ou despigmentados;
  • Melhoria da função mastigatória, estética e da fala.;
  • Correção de posicionamento de dentes (quando não se quer usar aparelho ortodôntico).

Por que a prótese precisa ter gengiva ?

No entanto, alguns desses problemas dentais ainda vêm acompanhados de falha gengival (defeitos de gengiva) e a prótese pode ser confeccionada com camada de gengiva artificial para corrigir ou suprir essas falhas. A principal causa de falha na gengiva é a doença periodontal avançada que deteriora osso de suporte dos dentes e consequentemente o tecido gengival.

atrofia ossea apos perda dentaria 50kb
Como ocorre a perda óssea vertical e horizontal e remodelamento gengival pela falta de dentes
prótese dentária fixa
A esquerda, exemplo de prótese que não necessita de camada de gengiva artificial, pois ainda há volume ósseo e formato gengival preservados. À direita, exemplo de perda óssea vertical acentuada e remodelação gengival (falta de arcos gengivais), portanto necessita de camada de gengiva artificial na prótese dentária fixa.
escala de gengiva cores 49kb
Exemplo de gabarito de cores de gengiva para prótese, de forma que imite a mucosa geral do paciente

Quais os materiais indicados para a prótese fixa em porcelana?

A prótese fixa de porcelana sobre dentes com camada de gengiva artificial (também pode ser feita em zircônia, cerâmica ou cerômero), consegue reproduzir diversos tons dos tecidos naturais humanos, conseguindo acompanhar o visual dos dentes e tecidos gengivais remanescentes.

A prótese com gengiva artificial também é uma alternativa ao paciente que não tem indicação para receber enxerto de tecido gengival, ou então que deseja um tratamento mais ágil.

Os materiais indicados para a prótese fixa em porcelana são porcelana, zircônia, cerâmica e cerômero. A prótese fixa de porcelana sobre dentes com camada de gengiva artificial consegue reproduzir diversos tons dos tecidos naturais humanos. Essa prótese é capaz de acompanhar o visual dos dentes e tecidos gengivais remanescentes. Além disso, a prótese com gengiva artificial é uma alternativa para pacientes que não podem receber enxerto de tecido gengival ou desejam um tratamento mais rápido.

Prótese dentária com gengiva: no sorriso não aparece

Quero fazer minha prótese sem gengiva, eu posso ?

Em geral para um paciente que perdeu muita gengiva e osso não será possível fazer uma prótese sem a camada de gengiva, por que?

  • A gengiva dá volume ao lábio e sem ela sua boca parecerá murcha (envelhecida)
  • Os dentes certamente ficariam longos, pois a gengiva é alta devido à perda óssea por atrofia.

Porém podem ser feitos testes de como ficará melhor, em suma investimos tempo nisso durante a fase de prótese provisória com carga imediata.

Como é feita a prótese com ou sem gengiva

  • Preparação do dente – o dente é desgastado até que se chegue a um formato específico. Essa forma, chamada de pilar, ajuda na retenção da prótese.
  • Molde – é retirado um molde sobre o pilar. Na Clínica ImplArt o molde pode ser feito convencionalmente (gesso) ou digitalmente através do escâner intraoral do Sistema Cerec. O resultado é uma peça protética personalizada para as necessidades de cada paciente.
  • Confecção da prótese – feita em porcelana, tem características similarmente aos dos dentes e gengivas naturais humanas. Na Clínica ImplArt, a confecção de prótese em porcelana pode ser feita com mais agilidade, até mesmo em atendimento Day Clinic, porque possui um laboratório de prótese dentária próprio.
  • Instalação da prótese – a peça protética, unitária ou em ponte, é fixada com cimento odontológico sobre o(s) pilar(es). 

Prótese em zircônia com gengiva

Sobretudo se você quer mais naturalidade na sua prótese pode ser interessante utilizar este novo material em seu trabalho. Trata-se de uma prótese sem metais em sua composição, o que a torna mais bonita e mais natural, além disso mais resistente. Sobretudo só pode ser construída com métodos computadorizados. Veja exemplos:

Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Coroas de zircônia pura indicadas para pacientes com Bruxismo

O bruxismo é um hábito involuntário que acomete muitas pessoas e é caracterizado pelo ranger e apertamento exagerado dos dentes, principalmente durante o sono.

O que o bruxismo provoca nos dentes?

A carga excessiva sobre as estruturas (dentes, gengivas, ossos e musculatura facial) gerada pelo bruxismo pode levar o paciente a desenvolver problemas futuros nas coroas dentárias e na oclusão de uma forma geral. São os problemas mais comuns: desgaste dos dentes, retração gengival, fratura das raízes e problemas nas articulações têmporo-mandibulares.

Quais as causas do bruxismo?

Embora a causa do bruxismo não seja muito bem esclarecida, é certo que essa condição acomete com mais frequência determinadas pessoas. Principalmente aquelas que sofrem de algum problema emocional, como por exemplo estresse, ansiedade e preocupação excessiva.

Tratamentos para quem tem bruxismo

O desgaste dos dentes pode ser tão comprometedor sobretudo em pacientes com bruxismo severo. Nesses casos poderá ser necessária a realização de restaurações para recompor o formato, a função e a beleza dos dentes. Geralmente as restaurações são feitas com coroas protéticas que imitam não apenas forma, como também a cor dos dentes naturais.

Reabilitação funcional e estética de dentes desgastados e fraturados pelo bruxismo com a instalação de coroas de cerâmica

Reabilitação oral para quem tem Bruxismo

Mas se a carga excessiva gerada pelo bruxismo é capaz de desgastar os dentes naturais ao longo dos anos, também não será capaz de danificar coroas protéticas?

Isso depende do material utilizado na confecção da coroa. Em muitos casos, o dentista pode indicar coroas de porcelana com estrutura em zircônia pura 3D para restauração e reabilitação oral, mesmo em pacientes com bruxismo. As coroas de zircônia pura possuem diversas qualidades em relação a outros materiais utilizados em restaurações, e uma delas é sua alta resistência.

Cuidados para o Bruxista

De qualquer forma, sempre que o paciente com bruxismo procura o consultório, é necessário que haja uma criteriosa avaliação profissional de cada caso, a fim de identificar hábitos, estilo de vida e outras particularidades. Em alguns casos, o controle do bruxismo é tão complexo que deve ser feito com acompanhamento de equipe multidisciplinar, envolvendo diferentes especialidades odontológicas e médicas.

Se o comprometimento dos dentes causado pelo bruxismo for muito extenso, deve se primeiramente corrigir esses problemas. Pode ser necessária, por exemplo, a realização de tratamento de canal em raízes fraturadas, o aumento da dimensão vertical ou aumento de coroa clínica.

Em casos de Implante total recomenda-se trocar a prótese de resina por uma de zircônia. Com o controle desses problemas, as coroas de porcelana estética com estrutura em zircônia pura sem dúvida são a melhor indicação para reabilitação e restauração oral em pacientes com bruxismo.

Conheça a Clínica ImplArt

A Clínica ImplArt possui laboratório de prótese dentária próprio com o Sistema Cerec 3D, que agiliza a confecção das coroas de zircônia pura conforme planejamento computadorizado. Em alguns casos, por exemplo até mesmo em poucas horas em atendimento Day Clinic. Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou então entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Escanear o código