Estudos mostram a correlação entre saúde oral e doenças no caração

Há tempos sabe-se que doenças no coração podem ter sua origem em bactérias da boca. Tornou-se famoso há algum tempo atrás o caso da modelo Renata Banhara que teve um sério problema cerebral causado por bactérias na boca.

Embora nesse caso obviamente o problema foi causado no cérebro, é o mesmo mecanismo que espalha infecções pelo corpo. Além disso, notamos que a prevalência de problemas cardíacos em pacientes com doenças periodontais nos dias de hoje tem aumentado, o que serve de alerta para todos.

gengiva muito inchada
Gengiva muito inchada por falta de escovação e falta de uso de fio dental

Um estudo comparou pacientes que fazem boa higiene oral e visitam o dentista para fazer uma limpeza a cada ano, com outros com higiene pobre, reclamação de dor, e demoram a ir aos dentistas. O colunista Luis Fernando Correia da rádio CBN de São Paulo esteve no Congresso da Associação Americana do Coração (American Heart Association), em Orlando na Flórida.

Segundo matéria veiculada em 17/11/2011 comprovou-se mais uma vez que limpeza dos dentes garante a saúde do coração. Comprovou-se que aqueles com melhor higiene tem menor chance de sofrer de infarto e derrame cerebral.

Esteja alerta para as recomendações para atendimentos odontológicos para pacientes especiais derivados da epidemia de coronavírus, (COVID-19)

Endocardite é a infecção mais comum no coração

O carregamento de bactérias da boca pela corrente sanguínea pode distribuir micro-organismos pelo corpo de uma pessoa. A endocardite bacteriana é a sua manifestação mais comum, nas quais as bactérias da boca ficam presas nas válvulas do coração e o infectam.

Ao se multiplicarem no músculo cardíaco as bactérias diminuem a eficiência dos batimentos do coração e também podem interferir na transmissão do impulso elétrico que faz o coração bater corretamente.

Por isso, alguns médicos podem recomendar que você trate seus dentes antes de fazer uma cirurgia cardíaca importante, ou ainda um stent ou cateterismo, entre outras cirurgias. Portanto procure um cirurgião-dentista especialista e faça um tratamento médico e odontológico seguro.

Sinais de alerta para infecções na boca

A placa bacteriana continua a ser a grande vilã não só dos dentes mas da saúde geral das pessoas. Entre os principais sinais de alerta para infecções da boca temos: dor, pus, gengiva vermelha, incômodos ao morder, buracos nos dentes, gengiva inchada, acúmulo de placas brancas nos dentes, dentes moles, cárie dentária, tratamentos de canais antigos.

Como prevenir infecções nos dentes e infecções orais

A receita prevenir a maioria das infecções orais é simples: portanto, basta utilizar corretamente o fio dental e escova dental e visitar pelo menos 1 vez ao ano seu dentista. Em sua consulta de rotina o cirurgião-dentista irá analisar sua boca procurando por infeções dentárias por diversas causas.

Poderá ainda realizar radiografias para procurar infecções escondidas dentro dos dentes ou do osso da arcada dentária. Converse também com seu cardiologista pois ele irá indicar quais passos seguir em seu tratamento cardíaco.

Endereço e Contatos

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

11 3262-4750

contato@implart.com.br

clinica_implart

ImplanteDentarioClinicaImplArt

@implart

ClinicaImplart