É muito comum que nas pessoas confundam implante com coroa, fazendo uma generalização do termo implante dentário como se fosse uma peça única (pino+dente).

Porém é importante não confundir implante com coroa, pois o tratamento envolve diferentes peças, cada uma com significados distintos.

Mas quais são as diferenças entre eles e por que é importante entende-las?

Diferenças entre os principais componentes

O implante dentário um pino fabricado em titânio ou cerâmica pura e que tem a função de substituir a raiz dentária, portanto é a parte instalada ao nível ósseo. O implante é o pino colocado dentro do osso.

A coroa dentária é uma prótese que imita cor, formato e textura dos dentes naturais. Ela pode ser colada sobre a estrutura remanescente de um dente que ainda pode ser mantido, ou instalada sobre um implante dentário quando o dente comprometido tem indicação de extração. As coroas dentárias mais modernas são fabricadas em zircônia e cerâmica sem metais em sua composição e projetadas por sistemas computadorizados. Isso permite a realização de próteses cada vez mais parecidas com dentes naturais.

Pino, pivô e núcleo: são estruturas instaladas na raiz do dente com canal tratado. Servem para dar reforço e suporte a coroa. São confeccionados em metal fundido ou em zircônia (mais estéticos), entre outros materiais.

Pilar: é uma peça pré fabricada e totalmente compatível com o implante dentário. O pilar é rosqueado no implante e sobre ele é cimentada ou aparafusada a coroa protética. Portanto é a peça que faz a interface entre coroa e implante.

Coroa provisória: é uma peça que imita a forma e cor dos dentes naturais, porém sem tanto refinamento em sua composição e técnica. Ela é utilizada durante a fase de cicatrização do implante (pode durar de 1 a 6 meses em média). É uma peça importante para que o paciente não fique sem dente em fase alguma do tratamento. O provisório também é importante para provar a adaptação do paciente e guiar a confecção da coroa definitiva.

Cicatrizadores ou tampa de cicatrização: são pecinhas rosqueadas no topo do implante e que permanecem ao nível gengival durante a fase de cicatrização dos implantes dentários. Elas são retiradas no momento da instalação da coroa definitiva.

Compreendendo a cirurgia e o tratamento

Em princípio as pessoas que estão passando por um tratamento de reabilitação oral compreendam essas diferenças básicas para assimilar melhor como é o tratamento e entender suas etapas.

Dessa maneira é importante que as pessoas que estão passando por um tratamento de reabilitação oral compreendam essas diferenças básicas para assimilar melhor como é o tratamento e entender suas etapas.

Não é raro um paciente ir ao consultório preocupado e relatar ao seu dentista que inesperadamente “seu implante está movendo”.

No entanto quando o dentista avalia constata que o que está movendo é apenas a prótese provisória ou o parafuso que faz a integração implante-prótese.

Ademais essas condições podem ser facilmente resolvidas com um simples reaperto.

Se você ficou com alguma dúvida, então entre em contato conosco através de um dos canais abaixo.

(11) 3262-4750

contato@implart.com.br

Fale Conosco

WhatsApp: (11) 99598-1866

Skype: clinica_implart

Facebook: ImplanteDentarioClinicaImplArt

Twitter: @implart

Instagram: ClinicaImplart

implante dentario implante dental
Não confunda implante dental com coroas
Article Name
Não confunda implante dental com coroas
implante dentario implart
É muito comum que as pessoas confundam implante com coroa, fazendo uma generalização do termo implante dentário como se fosse uma peça única