O implante com carga imediata é um grande avanço dentro da odontologia.

A técnica permite, em alguns casos, que o paciente chegue ao consultório sem dentes e saia com o sorriso completo no mesmo dia ou em até setenta e duas horas. 

Em resumo, a técnica consiste na colocação de implantes dentários e coroa de forma rápida, tanto em paciente com perda dentária múltipla ou unitária.

Em princípio, qualquer paciente em boas condições de saúde e com espessura e altura óssea suficiente para fixação primária dos implantes, é um bom candidato a se beneficiar com esta técnica. 

No entanto, na maioria dos casos, o paciente tem alguma restrição que o impede de receber a carga imediata.

Principalmente por consequüência da má qualidade óssea do maxilar ou mandíbula que inviabilizaria a fixação primária dos implantes.

Esta principalmente presente em pessoas que há muito tempo estão sem dentes e com reabsorção óssea avançada.

É o caso de usuários de dentaduras, fumantes, portadores de osteoporose, diabetes e bruxismo.

Essa condição pode ser confirmada através de um exame de imagem, como a tomografia computadorizada.

Planejamento é importante

Outra condição que se deve observar antes de se submeter ao implante com carga imediata é a localização onde ele vai ser colocado.

Em áreas onde o esforço mastigatório é maior, a indicação da carga imediata é sem dúvida feita com mais cautela. 

Nesse sentido, normalmente a indicação é a fixação primária dos implantes dentários e a colocação imediata de prótese provisória sobre eles.

O paciente recebe orientações em relação à alguns cuidados que devem ser tomados nos primeiros meses após a cirurgia, até a completa cicatrização do osso e gengiva.

Essas orientações são, basicamente, cuidados com esforço mastigatório e higiene oral adequada para evitar a perda dos implantes. Esse processo deve durar em média de 3 a 6 meses.

Ao final desse período, o paciente retorna ao consultório para substituição da prótese provisória pela prótese definitiva.

Ou seja, essa substituição só ocorre quando osso e gengiva já estão completamente cicatrizados. 

Quase sempre podemos afirmar que a colocação de implantes com carga imediata, desde que feito com critério e planejamento, e com cuidados no pós-operatório, têm tudo para ser um sucesso.

Também é preciso também que haja sintonia entre paciente e o implantodontista.

Sobretudo se ele for um profissional sério e concluir através de exames que você não é um candidato a receber carga imediata, seja paciente.

O processo de implantes dentários sem a técnica de carga imediata pode ser um pouco mais demorado, mas os resultados serão plenamente satisfatórios.

Assista ao vídeo de uma cirurgia de carga imediata (não clique se for sensível à imagens cirúrgicas) 

Clínica ImplArt

Clínica ImplArt é composta por profissionais especialistas em implantes dentários, tendo realizado milhares de procedimentos com resultados muito satisfatórios. Então venha nos fazer uma visita.

implante_dentario

(11) 3262-4750

contato@implart.com.br

Fale Conosco

WhatsApp: (11) 99598-1866

Skype: clinica_implart

Facebook: ImplanteDentarioClinicaImplArt

Twitter: @implart

Instagram: ClinicaImplart

implante dentario implante dental
Implante com carga imediata: quando não fazer
Article Name
Implante com carga imediata: quando não fazer
implante dentario implart
O implante com carga imediata é um grande avanço dentro da odontologia.
implante dentario implart
implante dentario implart
ImplArt Odontologia
Publisher Logo