Skip to main content

Tag: periimplantite

Como é realizado o implante dental?

Consulte o artigo a seguir se você gostaria de saber como é feito o implante dental.

A reabilitação oral com implante dental é um tratamento que pode mudar radicalmente a vida de pessoas que sofrem pela ausência de um ou mais dentes. Com implante dentario conseguimos conquistar uma estética natural, além de proporcionar conforto e bem estar aos pacientes. Portanto, trata-se de uma moderna solução, com cada vez mais recursos, para que dessa forma o paciente volte a se alimentar e sorrir sem preocupação. Atualmente, contamos com diversos tipos de implantes dentarios, capazes de tornar o tratamento com implante mais rápido, entre eles está o implante Suíço Slactive, da Straumann.

Implante dental e seu passo a passo

Além disso, devemos citar, também, o mais moderno implante dentário, o implante ceramico, ou implante de zirconia. Há duas versões, um da empresa suíça Straumann, e outro da nacional Neodent. Por não possuírem metal em sua composição, são muito indicados para pacientes com alergia a metais. Além disso, são muito utilizados em pacientes que simplesmente não querem a presença de metais em seu organismo.

Por isso resolvemos abordar as questões mais frequentes sobre implante dentario, e as respostas sob o meu ponto de vista e experiência profissional.

Após a cirurgia de implantes dentários feita dói muito?

Normalmente não dói fazer implantes. Sentir ou não sentir dor é relativo, pois depende de alguns fatores, como a técnica aplicada, a sensibilidade individual de cada paciente, entre outros.

Porém não é raro ouvir dos pacientes, depois que vários implantes são feitos em um mesmo dia, de que considerou o pós operatório tão tranquilo que nem parecia que tinham sido submetidos à uma cirurgia.

De qualquer forma, o cirurgião que realiza a colocação dos implantes receita analgésicos para serem tomados, caso necessário.

A cirurgia de implante dental é demorada?

Portanto, a duração para colocação de cada pino pode variar entre alguns minutos a 1 hora, de acordo com a complexidade do caso.

procedimento de implante dentario, implante dental
Como é feito? Procedimento de implante dentário: O pino de implante é colocado no osso e depois receberá uma prótese aparafusada

Quanto custa o implante dentário feito?

A colocação d implante dental é certamente uma técnica capaz de transformar a vida de uma pessoa. Seja aquela que usa dentaduras há muitos anos e por diversas vezes já sofreu com uma prótese mal adaptada que machuca.

São muitas histórias que já ouvi. Então, dizer que algo é caro ou barato é relativo. Tudo depende do que você busca e de como isso vai afetar positivamente a sua vida.

Além disso, a colocação de implantes dentários demanda o conhecimento e habilidade de profissionais que dedicaram seu tempo aos estudos (e continuam se dedicando ao longo da carreira) para dominar as técnicas que envolvem, não só a colocação, mas a estabilização e manutenção dos implantes ao longo dos anos.

O rosto fica inchado e a gengiva sangra depois de fazer a cirurgia de implante dental?

Normalmente não incha o rosto fazer implantes, mas o cirurgião orienta cada paciente sobre a melhor conduta caso isso ocorra.

fazer implante dentário
Após fazer o implante dental o paciente receberá um dente. Neste caso o implante é de zircônia e não de titânio.

Os implantes dentários uma vez feitos duram pra sempre?

Estudos recentes demonstram que implantes feitos de boa qualidade, que foram bem instalados em pacientes que fazem visitas regulares ao dentista, estão em função há mais de 40 anos em ótimas condições. Saiba que atualmente há diversos tipos de implantes dentarios, inclusive um que não tem metal em sua composição, trata-se do implante ceramico, da Straumann.

A osseintegração é a fase mais importante do tratamento com implantes dentários?

Sim. A osseointegração é literalmente a cicatrização inicial do implante. Um bom cirurgião só indica os implantes dentários principalmente quando constata que o organismo do paciente tem condições de fazer a osseointegração.

Ainda assim, existem casos que ela não ocorre como o esperado e o implante não se firma, sendo expelido. Mas até para estes casos existe solução, o tratamento apenas acaba sendo mais lento.

O organismo pode rejeitar o implante dental ou ele pode sair?

O que pode ocorrer na verdade não é uma rejeição do implante dental após feito, mas uma má integração do implante com osso. Isso pode ocorrer por diferentes motivos, inclusive por infecção ao redor do implante (periimplantite), sobrecarga ou alergia. Em todos esses casos o implante pode se soltar, devendo ser retirado do osso.

Quando um implante dental cai, não existe mais solução?

Depende do que levou à queda do implante dental. Na maioria dos casos de rejeição, o implante pode ser refeito depois de um determinado período de recuperação do osso da região, o que deve ocorrer após alguns meses. Porém em alguns casos o paciente pode fazer o implante na mesma hora da remoção. Importante saber que a chance de sucesso de um implante dentário é muito alta.

Implante dentário pode causar alergia?

Implantes dentários de boa procedência raramente causam alergia. Porém, os pacientes com alergia ao níquel devem informar seu cirurgião antes de iniciar o tratamento. Atualmente também existem implantes de cerâmica pura, livre de metais.

Como fazer implantes em pessoas com pouco volume ósseo?

Sim, existem implantes de diferentes tamanhos que atendem pessoas com razoável perda óssea. Em casos mais avançados, é possível reconstruir a estrutura com enxertos ósseos dentários. Cada caso e conduta são avaliados individualmente.

Hoje em dia existem formas de fazer planejamentos computadorizados de cirurgias implantológicas que nos ajudam muito a colocar implantes em casos difíceis.

De onde vem os materiais usados para fazer enxertos ósseos?

Existem diferentes técnicas para fazer o enxerto ósseo. Veja as principais:

Todos os materiais são analisados e submetidos a esterilização a fim de impedir contaminações e rejeições.

Como fazer o enxerto ósseo dentário? É um procedimento difícil?

Não necessariamente, os enxertos ósseos existem em variedade de tamanho e técnica. Em alguns casos são feitos em poucos minutos e são pequenos, em outros casos são maiores e podem representar um desafio, que deve ser avaliado pelo implantodontista.

Como é constatado se existe volume ósseo suficiente para o implante dental ?

Através da realização de uma tomografia computadorizada. É um exame radiológico de altíssima precisão e confiabilidade para medição das dimensões ósseas.

Qualquer pessoa pode fazer implante e carga imediata?

Não. A pessoa precisa ter volume ósseo suficiente e estar em boas condições de saúde. Portanto, pacientes fumantes, diabéticos e com bruxismo, por exemplo, inicialmente não são bons candidatos para a técnica de carga imediata, sendo melhor fazer o tratamento por partes.

Quando falta só um dente no fundo da boca é necessário fazer implante?

SIM! A realidade é que, quanto mais cedo for colocado um implante no local onde houve uma extração dentária, melhor. A falta de um dente pode causar um desequilíbrio em toda a arcada. Se o dente não for substituído logo, o organismo reabsorve o osso local, e essa perda óssea e o remodelamento gengival. Por conseqüência podem tornar a colocação de implante e prótese um pouco mais complicada no futuro.

Fazer o implante dental causa mau hálito?

Tudo depende da forma como o paciente cuida da higiene oral. Alguns tipos de implantes necessitam de um cuidado especial com a limpeza para evitar o acúmulo de resíduos alimentares. O cirurgião dá as orientações ao paciente de como ele deve realizar a higienização oral logo após a cirurgia e ao longo da vida.

Também é fundamental que o paciente retorne ao consultório de 6 em 6 meses (ou a critério do dentista) para realizar uma limpeza profissional. A prótese dentária também precisa de cuidados, assim como a dentição natural.

Implante dental é difícil de limpar?

Não é difícil, mas o paciente precisa se comprometer a manter uma higiene oral adequada, porque a saúde dos implantes também depende disso. Cada modelo de implante e prótese tem sua forma de higienização adequada. Existem até instrumentos exclusivos que auxiliam nesta tarefa. Também cabe ao cirurgião orientar seu paciente.

O que fazer se aparecer pus ou alguma secreção no local do implante?

Procurar o dentista que o colocou o quanto antes pois o pús pode não ser nada ou pode ser uma infecção no implante dental.

O que fazer se o implante ficar com mobilidade?

Se o implante dental estiver mole, procure o dentista que o colocou o quanto antes. Poderá ser o pino do implante mole ou poderá ser o dente que está se soltando apenas.

Fazer a prótese dentária sobre implante fica com aparência artificial?

Atualmente trabalhamos com materiais modernos que deixam as próteses cada vez mais parecidas com a dentição natural. Portanto ninguém fica obrigatoriamente dentuço com uma prótese sobre implantes.

É o caso, por exemplo, da prótese de porcelana dental com estrutura interna em zircônia branca. Esses materiais são bastante estéticos e comparáveis aos dentes na cor, textura e resistência.

Só existem implantes de titânio no mercado?

Não, também existem implantes de cerâmica branca (zircônia), especialmente indicados para a região anterior, quando a gengiva do paciente é muito fina ou quando o paciente tem alergia ao níquel.

Só existe um tamanho de implante?

Existe uma grande variedade de implantes com tamanhos e diâmetros diferentes para atender diferentes necessidades. Existem implantes dentais maiores, menores, mais finos e menores, mais grossos, mais longos, tudo depende do planejamento e finalidade.

quanto custa implante dentario
Como fazer um implante parecer um dente perfeito ? ajuda muito se estiver bem posicionado

Diabético pode fazer implantes?

Em princípio, o diabético é um paciente que temos que avaliar bem antes de fazer um implante dentário. Os implantes precisam de uma ótima cicatrização para se manterem firmes no lugar, e como sabemos, o paciente com diabetes não controlada tem dificuldade de fazer uma boa cicatrização em qualquer ocasião.

Fumante pode fazer implantes?

O fumo causa uma alteração na circulação sanguínea e, consequentemente, na oxigenação celular. Essa alteração pode dificultar a cicatrização dos implantes, portanto a incidência de problemas em fumantes é muito maior! Outros problemas que poderiam ocorrer devidos ao fumo:

  • Perda óssea decorrente da infecção periodontal
  • Comprometimentos estéticos, como dentes manchados
  • Maior chance de perder implantes por rejeição
  • Maior chance de infecção em enxertos ósseos

Portanto, o paciente fumante também precisa ser bem avaliado antes de uma cirurgia destas. Para a pessoa que pretende colocar implantes dentários, a melhor e mais urgente recomendação que posso dar é: não fume!

Qual a idade mínima para fazer os implantes?

A partir dos 17, 18 anos (que é quando a fase de crescimento ósseo termina), em princípio os implantes dentários já podem ser indicados. Porém antes de fazer o implante dentário é necessário verificar se o crescimento do jovem já parou.

Qualquer dentista pode fazer a cirurgia de implantes dentários?

O ideal é que a pessoa realize seus implantes com um Dentista especializado em Implantodontia. O Implantodontista é o especialista que dedicou pelo menos 3 anos a mais de estudos além da graduação de Odontologia, para dominar as técnicas de colocação, estabilização bem como manutenção de implantes dentários.

É possível fazer implante de todos os dentes, um a um?

Sim é possível fazer implante dentário um a um desde que as condições ósseas permitam, o que raramente ocorre. O mais comum é realizar uma prótese fixa suportada por alguns implantes, chamada prótese protocolo. Cada caso é avaliado individualmente.

É possível fazer implante dental em um local onde tinha infecção/periodontite?

Sim, é possível, desde que a infecção periodontal seja bem limpa e controlada para não prejudicar a cicatrização dos implantes. O controle pós operatório também é mais frequente com estes pacientes.

Se você tem mais alguma dúvida sobre este assunto, quanto custa implante dentário e prótese dentária, entre em contato conosco através de um dos canais abaixo.

Dr. Roberto Markarian

dr-roberto-markarian-msc-doutorado-em-curso-e-especialista_19566829191_m
PhD em Implantodontia, Especialista em Implantes e Próteses Dentárias – Coordenador Cientifico da Clínica ImplArt

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Os desafios dos implantes dentários em área estética

Normalmente, existem duas situações que levam uma pessoa a precisar de implantes dentários em área estética (frontal):

  • Ou perda dentária (mobilidade dentária) pós doença periodontal
  • Ou perda dentária ou fratura pós acidente, sendo essas perdas unitárias ou múltiplas, recentes ou antigas.

Área estética é a parte mais visível da arcada e merece atenção e agilidade

A colocação de implantes dentários em área estética exige um resultado mais aperfeiçoado por justamente estarem na parte mais visível da arcada dentária. Mas essa região possui algumas particularidades que são consideradas desafiadoras. No entanto, não necessariamente impedem o procedimento. Principais desafios de implantes em área estética:

Urgência da situação

A perda de dentes, principalmente na área estética, é traumática e desagradável. Independente da forma que ela ocorreu, a situação exige urgência na resolução para que o paciente possa retornar as suas atividades normais.

A indicação para esses casos normalmente são implantes dentários com a técnica de carga imediata. Ou seja, a colocação dos implantes e próteses provisórias em até 72 horas para imediato restabelecimento visual e funcional.

É importante que o procedimento de implante dentário seja feito o quanto antes após a perda dentária, para evitar a progressão da reabsorção óssea e prejuízo no formato da gengiva.

Em muitos casos, especialmente quando a perda ou fratura foi por acidente, o implante pode ser feito com tranquilidade logo em seguida da extração da raiz.

Condição óssea e gengival desfavorável

Para que o implante seja realizado com segurança, a primeira coisa que o cirurgião avalia após a perda dentária é o comprometimento ósseo e gengival, pois é da integridade desses tecidos que depende o sucesso da cirurgia.

Essas condições podem ser constatadas por exames clínicos e de imagem. Veja alguns exemplos de condições desfavoráveis e possíveis soluções:

Se a perda dentária ocorreu pós doença periodontal, a base óssea necessária para sustentação do implante pode estar fragilizada, exigindo que essa questão seja solucionada em primeiro lugar, para depois se pensar em implante.

A espessura e altura óssea podem ser reconstruídas com enxerto ósseo ou com levantamento do seio maxilar. Também é extremamente importante que a doença periodontal seja controlada e paralisada.

Se o paciente está com mobilidade dentaria ou houve uma fratura na raiz do dente e não há como preserva-lo, ou seja, quando a extração é inevitável, o bom cirurgião dentista faz o procedimento de remoção dentária com o máximo cuidado a fim de preservar a parede óssea e os tecidos moles para posterior colocação dos implantes.

Se a indicação dos implantes é para substituição de ponte em paciente que está ha muito tempo desdentado na área estética, certamente a reabsorção óssea local esta avançada e com comprometimento da base óssea ideal.

Esses casos também podem ser solucionados com enxerto ósseo para reconstrução da estrutura e posterior colocação dos implantes.

Se há deficiência no tecido gengival, é possível fazer enxerto de tecido mole para reconstrução e melhora da estrutura e visual estético da gengiva.

Normalmente a falta de estrutura óssea e gengival não é empecilho para realização dos implantes dentários, representando apenas um contratempo.

Nesses casos, é preciso que o paciente tenha um pouco de paciência até a resolução do caso, pois ele não ficará desdentado durante esse processo.

Harmonia entre prótese e dentes remanescentes

Outro cuidado a ser tomado para alcançar o sucesso nesse procedimento, é a escolha dos implantes e das próteses adequadas. O formato e calibre dos implantes para região estética são especiais, normalmente em formato cilindro-cônico para melhor estabilização.

Eles devem ser cuidadosamente instalados, pois o correto posicionamento, tanto em inclinação, como em profundidade, influencia no resultado estético da prótese em relação aos dentes naturais remanescentes.

Implantes na área estética também exigem cuidado na escolha dos materiais da prótese para que fiquem em harmonia com os dentes naturais remanescentes. Elas preferencialmente devem conter material branco (zircônia) na parte interna e não metálico.

A porcelana é um ótimo material para o revestimento da prótese, porque imita muito bem a textura, cor e translucidez dos dentes humanos. Atualmente existem até mesmo implantes fabricados em cerâmica pura (Pure Ceramic), ideais para esta região.

Saiba mais sobre carga imediata

Cuidados pós-operatório

Carga mastigatória

A estrutura óssea e gengival da área estética é naturalmente mais delicada do que na região posterior. Portanto o paciente deve ser cuidadoso com esforço mastigatório nos primeiro meses após a cirurgia até a completa osseointegração e regeneração óssea, com o intuito de evitar a perda dos implantes.

Acompanhamento profissional

É importante que o paciente compareça a todas as consultas programadas após a cirurgia, pois somente assim o cirurgião vai poder acompanhar o sucesso ou insucesso do procedimento.

Higiene

É extremamente necessário que o paciente tenha cuidado redobrado com a higiene oral a fim de evitar infecções ao redor do implante (periimplantite).

Conheça a Clínica ImplArt

A Clínica ImplArt tem estrutura e equipe especializada que influenciam positivamente no sucesso do implante dentário em área estética. A cirurgia pode ser previamente simulada em computador através de um software.

Dessa forma é possível planejar o posicionamento, a quantidade e o modelo dos implantes de acordo com a disponibilidade óssea do paciente, visando resultado estético e harmonioso. Entre em contato conosco e agende uma consulta

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Limpeza e manutenção de implantes dentários e próteses

A manutenção de implantes dentários é importante, sobretudo, para conservar a saúde e estética do sorriso. O conjunto de implantes dentários e próteses são inegavelmente a melhor substituição para devolver a autoestima e segurança na mastigação em pessoas que perderam um ou mais dentes.

No entanto, é necessário que o paciente siga alguns cuidados para que esse conjunto funcione bem por muitos anos e para que se evitem doenças na região do implante. Veja a seguir alguns desses cuidados. 

Uma boa higienização oral faz parte dos cuidados que se devem ter para preservação de implantes dentários

Higiene bucal

Em contraste com o que muita gente pensa, os cuidados com a higiene da prótese e implante dentário devem ser exatamente os mesmos que se tem com dentes naturais. A higienização inadequada pode desencadear, por exemplo, o acúmulo de placa bacteriana em implantes.

Causando dessa forma inflamações nas gengivas e mucosas (gengivite e mucosite) ou nos tecidos ao redor do implante (periimplantite), que em casos agravados podem levar a perda do implante. 

Dicas para uma boa higienização oral e da prótese dentária:

  • Use escova de cerdas bem macias
  • Em alguns tipos de implantes e próteses podem ser usadas as escovas interdentais ou unitufos
  • O creme dental pode ser o habitual ou então um de preferência do seu dentista
  • Escove com movimentos suaves
  • Divida a escovação por áreas. Isso inclui parte interna, externa bem como superfícies de mastigação
  • Escovar língua e gengivas
  • Repetir esses passos logo após cada refeição
  • Pacientes com próteses fixas sobre implantes podem utilizar aparelhos que emitem jatos de água para facilitar a limpeza e remoção de resíduos em locais que a escova não entra.
  • Utilizar o fio dental regularmente e com a mesma cautela quando utilizadas em dentes naturais (fios do tipo passa fio ou floss são os melhores para cuidados do implante). Em próteses sobre implante (do tipo protocolo), o fio dental é o grande aliado para higienização entre prótese e gengiva, e espaço entre implantes
  • Enxaguantes bucais podem ser utilizados, entretanto necessitam de recomendação do dentista. Alguns tipos de enxaguantes contêm componentes que podem prejudicar o material da prótese

Se você tem dúvida de como escovar bem a prótese ou no uso do fio dental, então você pode pedir orientação ao seu dentista.

Leia mais: dúvidas frequentes sobre implantes dentários

limpeza do implante dentario 7403677144 l
Exemplo do uso da escova interdental para higienização entre prótese e gengiva e entre implantes

Manutenção de implantes dentários e prótese

O paciente submetido a colocação de implantes dentários e próteses jamais deve deixar de frequentar o consultório odontológico. O intervalo entre as consultas é decidido pelo dentista, pois em cada caso as necessidades podem ser diferentes. Na consulta o dentista irá verificar se a higienização do dia a dia está sendo corretamente executada.

Além disso, ele pode indicar uma limpeza profissional (profilaxia) e em alguns modelos de implantes, o dentista poderá até mesmo desencaixar a prótese para fazer uma limpeza completa. Nessa consulta o dentista também pode realizar pequenos ajustes de parafusos e na mordida ou então solicitar exames radiográficos para monitorar os implantes. 

Hábitos que devem ser evitados a partir da colocação do implante dentário

  • Mastigar objetos duros, como tampa de canetas
  • Fumo
  • Bruxismo (hábito de ranger os dentes e que tem solução). Recomenda-se primeiramente o controle desta condição.

Fique atento a sinais de problema nos implantes!

Sangramento ou alteração de cor nas gengivas ao redor do implante dentário, dor, inchaço, mobilidade do implante são por exemplo sinais de que algo pode estar errado com a limpeza e manutenção. Nesses casos, não deixe de procurar imediatamente um implantodontista.

A Clínica ImplArt é pioneira em colocação de implantes dentários, com milhares de procedimentos bem realizados. A nossa equipe é capacitada a acompanhar o seu caso, desde a necessidade e a indicação do implante como solução na ausência de um ou mais dentes até a preocupação na manutenção e preservação do implante e saúde oral ao longo dos anos. Entre em contato conosco. Ficaremos felizes em procurar solucionar o seu caso.

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Escanear o código