Skip to main content

Tag: má oclusão dentária

Retração gengival é reversível?

O tecido gengival tem a função de proteger a porção radicular do dente, área mais sensível do que a coroa dentária (que é protegida pelo esmalte). A retração gengival é quando este tecido se afasta da coroa e expõe a raiz. As causas mais comuns da retração gengival são:

  • Força excessiva e inapropriada durante a escovação, o que causa um deslocamento mecânico do tecido gengival. Escovas de cerdas muito duras também podem traumatizar o delicado tecido gengival.
  • Doença periodontal – doença que deteriora os tecidos de suporte dos dentes (ósseo e gengival). A gengivite pode ser o primeiro sinal da doença periodontal.
  • Restaurações mal adaptadas que causem trauma ou inflamação na gengiva.
  • Má oclusão dentária, pois os dentes, osso e gengivas devem funcionar em harmonia para melhor distribuição da carga mastigatória. O desequilíbrio funcional pode causar trauma na gengiva.
  • Tratamento com aparelho ortodôntico mal conduzido, o que pode ocasionar perda óssea ou mal posicionamento dentário e, portanto, causar um remodelamento inadequado do tecido gengival.
  • Hereditariedade – alguns pacientes possuem naturalmente uma gengiva mais fina e frágil.
retracao_gengival_3

Tratamento para a gengiva retraída

As complicações da retração gengival não costumam ser muito graves, mas como citado anteriormente, a gengiva inserida funciona como uma proteção da raiz dentária, portanto é essencial preserva-la para evitar problemas mais sérios e conservar a saúde bucal. Se a retração gengival não for acompanhada, o paciente pode então apresentar desde os incômodos da sensibilidade dentária.

Ou até casos mais sérios, como o de acúmulo de cálculo ou cárie na raiz dentária, além de um prejuízo estético no sorriso. O tratamento adequado depende do motivo que causou a retração, por isso é importante realizar uma consulta com o dentista para que ele avalie o caso. O tratamento pode ir desde a orientação para escovação adequada até o tratamento cirúrgico de enxerto de tecido mole (para casos mais avançados).

Não existe até hoje um tratamento 100% eficaz para puxar a gengiva para seu local original

Entretanto há técnicas de cirurgia para cobrir a raiz novamente (com eficácia limitada)

Outro tratamento que pode ser indicado é o recobrimento da raiz exposta com resina composta. Se durante a consulta o dentista identificar que há acúmulo de placa ou tártaro na raiz, será necessário realizar uma raspagem para alisamento radicular, a fim de paralisar o foco inflamatório da gengiva.

Também é importante afastar a chance de se tratar de uma infecção na gengiva mais importante que pode causar problemas de saúde para a pessoa.

O recobrimento de raízes por meio de cirurgia é um tratamento de difícil realização e com baixo índice de sucesso. Isso deve ficar claro para o paciente no momento em que decidir junto ao dentista realizar o procedimento. Se você ficou com alguma dúvida sobre tratamentos especializados, entre em contato conosco através de um dos canais abaixo:

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Aparelhos ortodônticos modernos e convencionais

A Ortodontia é uma especialidade da Odontologia que atua no diagnóstico, tratamento e prevenção das irregularidades dos dentes e da face. A principal técnica utilizada para correção de problemas ortodônticos certamente é a utilização de aparelhos ortodônticos. Não apenas para o alinhamento dos dentes tortos, mas também para ajustar o funcionamento completo da boca, músculos da face e dos ossos e articulações. Quando alguma dessas partes está alterada, pode haver interferência na estética da face, saúde oral, fala, deglutição bem como na respiração.

Há alguns tipos diferentes de aparelhos modernos que podem trazer resultados mais rápidos para seu caso. Vamos apresentá-los a você neste texto e explicar as diferenças.

Tipos de aparelho dentario ortodôntico

Atualmente existem diferentes tipos de aparelhos ortodônticos modernos e convencionais. Eles se distinguem tanto em formato, como por exemplo nos materiais utilizados em suas estruturas. Em resumo, podemos dividir os aparelhos ortodônticos em três principais categorias: os convencionais, os autoligados e as placas alinhadoras. Cada modelo tem uma indicação específica e o que vai determinar o mais adequado, em primeiro lugar, é a condição da arcada do paciente. Então vamos entender a seguir quais são as principais as diferenças entre os aparelhos ortodônticos.

Aparelhos ortodônticos convencionais

É constituído basicamente por peças metálicas (arco e bráquetes) e pequenos elásticos de látex (que servem para prender o arco aos bráquetes). Atualmente também existem aparelhos convencionais fabricados com materiais sobretudo mais estéticos. Eles possuem elásticos de látex transparentes e bráquetes claros, principalmente fabricados em policarbonato, porcelana ou safira.

Convencional 26kb

Aparelho ortodôntico convencional com elásticos coloridos

O funcionamento do aparelho ortodôntico convencional consiste primeiramente na colagem de peças aos dentes (chamadas de bráquetes) que só serão retiradas ao final do tratamento. Cada bráquete possui um formato específico para a anatomia do dente em que será aplicado. Em seguida, um arco é colocado em cada bráquete e é preso por elásticos. Durante o tratamento, haverá a aplicação gradual de uma determinada força sobre cada um dos dentes, a fim de alinha-los e posiciona-los adequadamente.

gemini clear 28kb

Aparelho ortodôntico convencional com bráquetes e elásticos estéticos

Portando, o paciente precisa ir ao consultório com uma certa regularidade (determinada pelo ortodontista) para realizar os ajustes de força e eventualmente trocar as borrachinhas que perderam a capacidade elástica com o tempo. Não pode haver perda óssea nos dentes que receberão tratamento com aparelho.

Incômodos e a sensação de apertamento podem ser sentidos nos primeiros dias após a realização dessas ativações, mas isso é considerado normal. Esse modelo de aparelho também requer do paciente um cuidado especial com relação à higienização bucal. Por exemplo para evitar a retenção de fragmentos alimentares e formação de placa bacteriana em torno dos elásticos e dos bráquetes.

Indicação do aparelho dentario ortodôntico

Diversos problemas que causam a má oclusão dentária, desde os mais simples até aqueles que necessitam de grandes movimentações. Os problemas mais comuns são diastemas, desalinhamento dos dentes, apinhamento, sobremordida, mordida aberta, mordida cruzada, entre outros.

É crucial que o paciente siga rigorosamente as orientações do dentista para garantir uma higienização adequada. Além disso, é importante evitar alimentos pegajosos e duros que possam danificar o aparelho. A utilização de fio dental e enxaguante bucal também é recomendada para complementar a escovação. O aparelho ortodôntico é indicado para corrigir uma variedade de problemas de má oclusão, desde os mais simples, como diastemas, até os mais complexos, como mordida cruzada.

Leia mais: integração ortodontia e implante dentário

Aparelhos ortodônticos autoligados

Pode ser composto por peças totalmente metálicas, estético-metálicas ou totalmente estéticas (bráquetes fabricados em safira, porcelana ou policarbonato transparentes ou da cor dos dentes). A principal diferença desse tipo de aparelho em relação ao modelo convencional, é que este não necessita de elásticos para prender o arco aos bráquetes. No aparelho autoligado, o arco passa por dentro de pequenas canaletas em cada bráquete e é preso tampinhas. Ou seja, a movimentação dentária ocorre com mais suavidade e a higienização oral é facilitada.

Damon metálico 42kb

Tipo de aparelho ortodôntico autoligado totalmente metálico
Damon misto 34kb

Aparelho ortodôntico autoligado estético-metálico
Damon clear 34kb

Aparelho ortodôntico autoligado estético

Em muitos casos, o tratamento com aparelho autoligado pode ser mais rápido do que com aparelhos convencionais. A explicação é bem simples. Nos aparelhos convencionais, existe uma fricção entre os elásticos e arco metálico, que cria uma resistência e faz com que o movimento seja ligeiramente mais lento. Nos aparelhos ortodônticos autoligados, a ausência de elásticos permite que o arco corra com mais suavidade dentro das canaletas dos bráquetes. Isso torna a movimentação dentária mais rápida e menos incômoda para o paciente. Esse modelo de aparelho tem outra vantagem, que é a redução de visitas ao consultório. Ele não exige a necessidade de realizar muitos ajustes de força e muito menos a troca de elásticos.

Indicação dos aparelhos ortodônticos

Diversos problemas que causam a má oclusão dentária, desde os mais simples até aqueles que necessitam de grandes movimentações. No entanto são os mais comuns: diastemas, desalinhamento dos dentes, apinhamento, sobremordida, mordida aberta, mordida cruzada, entre outros.

Aparelhos ortodônticos transparentes em forma de placas

Isentas de partes metálicas e fabricadas com uma composição termoplástica totalmente biocompátivel. As placas alinhadoras transparentes são consideradas a opção mais estética dentre os aparelhos ortodônticos. Tanto que é uma preferência dos pacientes adultos que desejam realizar o tratamento sem comprometimento visual. Por ser transparente e com formato idêntico ao dos dentes, as placas alinhadoras são quase imperceptíveis.

aparelhos ortodonticos
Imagem de uma Placa alinhadora transparente – Invisible line

Essa moderna técnica consiste no uso sequencial de placas alinhadoras com pequenos ajustes em cada uma delas. Tudo começa com o planejamento do tratamento quando, no consultório, é retirado um molde da boca do paciente. Esse molde é transferido para o computador que faz a simulação da movimentação dentária necessária para chegar à posição adequada dos dentes.

Leia mais: documentação para placa alinhadora

Com esse sistema, o paciente recebe uma estimativa da duração do seu tratamento e dos resultados esperados. O software cria uma sequência de desenhos tridimensionais que servem como base para confeccionar as placas. Ou seja, cada placa terá pequenos ajustes (chamados attachments) em cada uma delas e seu uso sequencial faz a movimentação dentária acontecer. Os attachments são responsáveis por gerar a movimentação dos dentes e podem ser aplicados apenas naqueles que precisam ser corrigidos.

Cada placa deve usada pelo paciente durante cerca de 15 dias. Esse modelo tem a grande vantagem de ser removível, ou seja, o paciente pode retira-lo para comer e fazer a higienização bucal. No entanto, é extremamente importante que o paciente não esqueça de recolocar a placa e usa-la durante a quantidade mínima de horas por dia prescrita pelo ortodontista. Certamente outra vantagem é que elas não alteram a dicção e não causam irritação da mucosa oral.

Indicação dos alinhadores transparentes

Essa técnica é especialmente indicada para correções ortodônticas mais simples. A duração do tratamento ortodôntico é bastante variável. Depende muito da complexidade de cada caso, bem como da resposta biológica do organismo, do tipo de aparelho utilizado e da colaboração do paciente. Vale sempre lembrar que o tratamento ortodôntico deve ser conduzido por profissional especializado e jamais comprado pela internet ou em camelôs. Se você ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário no formulário abaixo.

Conclusão

A Ortodontia é uma especialidade da Odontologia que foca no diagnóstico, tratamento e prevenção de problemas relacionados aos dentes e à face. O uso de aparelhos ortodônticos é a principal técnica para corrigir essas irregularidades. Esses aparelhos não só alinham os dentes, mas também melhoram o funcionamento da boca, músculos faciais, ossos e articulações. Quando algum desses aspectos está comprometido, pode afetar a estética facial, saúde bucal, fala, deglutição e até mesmo a respiração.

Se você tiver mais dúvidas, fale conosco !

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Botox para ATM – tratamento da articulação da boca

O uso de botox para ATM e tratar da disfunção da articulação da boca é possivel. A DTM (disfunção têmporomandibular) é um conjunto de alterações funcionais das articulações têmporo mandibulares que causam alguns sintomas.

Por exemplo dores para mastigar, falar ou sorrir, dores perto do ouvido, dores nas articulações têmporomandibulares, estalos e barulhos ao mastigar ou abrir a boca e limitação da abertura da boca.

Aprenda mais sobre como o botox para ATM pode ajudar a melhorar seu problema na articulação da boca

Também fadiga musculo-facial, dor de cabeça, dores orofaciais, dor de dente, desvio da mandíbula ao abrir e fechar a boca e o travamento da boca aberta ou fechada.

A DTM pode ser causada por vários motivos, como traumas, má oclusão dentária, trauma, problemas nos músculos faciais, bruxismo.

Também desenvolvimento anormal das articulações têmporomandibulares, estresse, entre outros.

Fatores que levam a problemas na ATM – botox para ATM

Outros fatores que podem contribuir para o desenvolvimento da DTM incluem hábitos como roer unhas, morder objetos ou mascar chiclete em excesso. Além disso, a postura inadequada, como a má postura ao sentar ou ao dormir, também pode desencadear problemas na articulação temporomandibular.

É importante ressaltar que a DTM pode apresentar diferentes graus de gravidade, variando desde casos leves e autolimitados até formas mais graves e crônicas. O diagnóstico correto da DTM é essencial para um tratamento adequado e eficaz.

O tratamento da DTM pode envolver diversas abordagens, como o uso de medicamentos para aliviar a dor e a inflamação, ajustes na oclusão dentária, fisioterapia, terapias de relaxamento e controle do estresse, uso de aparelhos orais e, em casos mais graves, cirurgia.

É fundamental buscar a orientação de um profissional de saúde qualificado, como um dentista especializado em DTM, para avaliar o caso individualmente e indicar o tratamento mais adequado. O acompanhamento regular e a adoção de medidas preventivas também são importantes para minimizar os sintomas e evitar complicações futuras.

bruxismo e atm, botox para atm
A ATM é a articulação da boca. Os pontos mais comuns de dor no rosto causados por bruxismo e problemas na ATM estão marcados à direita.

Buscar a orientação de um profissional de saúde especializado, como um dentista especializado em DTM, é como consultar um guia experiente para obter o melhor caminho a seguir. O acompanhamento regular e as medidas preventivas são como manter seu veículo em bom estado para evitar problemas futuros.

A causa da DTM precisa ser estudada e para isso exames clínicos e radiológicos podem ser realizados.

Saiba mais sobre o ATM e tratamento ortodôntico.

A toxina botulínica tipo A tem sido usada na terapia de DTMs associadas à tensão muscular e dor orofacial.

Como é o tratamento de DTM

O tratamento consiste na aplicação do botox para ATM, em pontos de alguns músculos faciais e cranianos que estão sobrecarregados devido a desordem dos movimentos articulares, principalmente os utilizados na mastigação.

A tensão muscular gerada pela desordem das articulações também está ligada ao excesso de esforço muscular por conseqüência do apertamento dos dentes nos portadores de bruxismo.

Então a toxina age paralisando temporariamente os músculos sobrecarregados e aliviando a tensão muscular.

As injeções são aplicadas principalmente no músculo temporal, frontal, no masseter e eventualmente em algum músculo craniano ou da região paracervical.

Leia mais sobre falhas na gengiva

A aplicação da toxina botulínica no tratamento da DTM é uma opção terapêutica rápida, simples, segura e altamente eficaz.

  • Toxina botulínica é uma opção terapêutica para a DTM.
  • É rápida, simples, segura e altamente eficaz.

É realizado dentro consultório e a melhora pode ser notada dentro de poucos dias. Os efeitos duram até 12 meses.

Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou então entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

(11) 3262-4750

contato@implart.com.br

Fale Conosco

WhatsApp: (11) 99598-1866

Skype: clinica_implart

Facebook: ImplanteDentarioClinicaImplArt

Twitter: @implart

Instagram: ClinicaImplart

Escanear o código