Skip to main content

Tag: ausência

5 problemas graves causados pelas ausências dentárias

Você sabia que ausências dentárias podem gerar um desequilíbrio na boca bem como problemas funcionais que vão além do comprometimento estético? Dessa maneira, os dentes podem ficar desalinhados e a principal explicação é bem simples: a gravidade. A falta de dentes pode ocorrer por motivos naturais como a agenesia congênita, por motivos traumáticos (fratura do dente e raiz), por uma infecção gengival e periodontal, ou por uma cárie muito extensa.

1 – Ausências dentárias geram problemas no osso do maxilar

Quando há a perda de um elemento dentário sem sua substituição imediata, em resumo inicia-se um processo natural de perda óssea no local.

A perda óssea no local da ausência dentária é uma das consequências da falta de dentes. Isso ocorre quando não há substituição imediata do elemento dentário perdido. A ausência do dente leva à reabsorção óssea no maxilar, o que pode gerar problemas futuros. Portanto, é importante buscar soluções como implantes dentários para evitar a perda óssea e manter a saúde bucal.

atrofia ossea apos perda dentaria 50kb
Exemplo de como ocorre a atrofia óssea a perda de um dente sem reposição imediata com implante dentário.
comparacao espessura ossea perda ossea dentaria 50kb
Imagens de Tomografia Computadorizada: acima a arcada dentária com dentes e abaixo com falta de dentes. Observe a redução da espessura óssea

2 – Pelas ausências dentárias os dentes restantes podem entortar ou movimentar

Isso pode fazer com que os dentes vizinhos percam parte da sustentação e comecem a inclinar. O processo ocorre como um efeito dominó, e ao longo dos anos, todos os dentes remanescentes podem ficar tortos por consequência das ausências dentárias.

Ou também há o fenômeno de extrusão dentária, que é quando ocorre uma movimentação vertical dos dentes pela ausência dos dentes antagonistas. A falta de dentes inferiores fez com que os dentes superiores saiam parcialmente do alvéolo e desçam, expondo parte das raízes dentárias.

Dessa forma, é essencial buscar tratamentos adequados para as ausências dentárias, como os implantes dentários, para evitar complicações futuras. Estes procedimentos são capazes de prevenir a perda óssea e manter a saúde bucal em equilíbrio.

ausências dentárias
O fenômeno de extrusão dentária ocorre quando há ausência dos dentes antagonistas. A imagem mostra que a falta de dentes inferiores fez com que os dentes superiores descessem, expondo parte das raízes dentárias.

3 – Quando faltam dentes podem haver infecções gengivais

Dentes desalinhados, além de inestéticos, podem dificultar a adequada higienização oral e por consequência desencadear o surgimento de doenças periodontais. Por exemplo o acúmulo de placa bacteriana e tártaro, cárie, gengivite e problemas de canal.

Esses procedimentos odontológicos são essenciais para manter a saúde bucal em equilíbrio e prevenir a perda óssea. É importante destacar que a falta de dentes pode levar a infecções gengivais. Além disso, dentes desalinhados podem dificultar a higienização oral adequada, o que pode resultar no surgimento de doenças periodontais, como placa bacteriana, tártaro, cáries, gengivite e problemas de canal.

Dentes desalinhados podem dificultar a higienização oral e causar problemas como placa bacteriana, tártaro, cáries, gengivite e problemas de canal. A falta de dentes pode levar a infecções gengivais e contribuir para a perda óssea. É importante realizar procedimentos odontológicos para manter a saúde bucal em equilíbrio e prevenir essas complicações.

4 – A diminuição do número de dentes causa problemas de mordida – oclusão

A perda de mais elementos dentários em longo prazo pode prejudicar a oclusão da arcada, além disso atrapalhar a correta mastigação.

A oclusão dentária é o termo usado para descrever a maneira como os dentes superiores e inferiores se alinham quando movemos a mandíbula. Quando a mandíbula está fechada e os dentes superiores e inferiores se encaixam perfeitamente, isso é conhecido como oclusão normal. Qualquer desvio desse alinhamento ideal é considerado uma má oclusão.

Quando há perda de dentes, pode ocorrer uma má oclusão. Isso acontece porque os dentes restantes podem tentar compensar o espaço vazio, esforçando-se para mastigar e tentando preencher os espaços vazios. Isso pode levar a uma série de problemas de saúde bucal.

Além disso, a eficiencia da mastigação vai ficando comprometida quanto mais dentes estiverem ausentes na boca.

Isso pode levar a uma variedade de complicações em série, tais como:

  • Desgaste dentário: Os dentes podem apresentar uma superfície irregular no topo, ou as vezes muito cortante ou lisa.
  • Dificuldades para morder ou mastigar: Pode ocorrer desconforto ao tentar morder ou mastigar alimentos.
  • Cáries frequentes: A má oclusão pode resultar em um aumento na incidência de problemas bucais, como cáries.
  • Dores de cabeça, dor e zumbido nos ouvidos: Estes sintomas podem ser uma consequência da má oclusão.
  • Problemas na articulação da mandíbula: Dores na articulação temporomandibular podem ser causadas pela má oclusão.
  • Problemas de postura: Em alguns casos, a má oclusão dentária pode contribuir para a má postura e desvios na coluna.

Saiba mais sobre implante unitário.

5 – Problemas estéticos por ausências dentárias

Com o espaço deixado pelo dente faltante, haverá naturalmente um problema estético. Algumas pessoas somente se preocupam quando falta um dente visível, porém mesmo os dentes que não aparecem inicialmente geram consequências estéticas nos demais.

Por isso é muito importante que na ocasião de ausências dentárias e perda de um ou mais dentes (ausência dentária), por qualquer maneira que ela tenha ocorrido, seja tomada a providência adequada o quanto antes.

Conclusão

A indicação, quase sempre, é a reposição imediata do elemento dentário com o reimplante do próprio dente (quando possível) ou então com uma prótese dentária, que pode ser fixa ou móvel.

Porém algumas vezes é necessário fazer um tratamento com aparelho dentário fixo previamente para preparar a boca antes de fazer a implantação de um dente. Nesses casos, em nossa clínica dental especializada há uma integração entre a ortodontia e a implantodontia.

Nesses casos, é importante buscar um tratamento com aparelho dentário fixo para preparar a boca antes da implantação do dente. Na nossa clínica dental especializada, há uma integração entre a ortodontia e a implantodontia. Não deixe de substituir o dente natural, pois há consequências que avançam lentamente se a falha permanecer.

Clinica ImplArt

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Escanear o código