Skip to main content

Tag: osso em grânulos

Enxerto ósseo para implante dentário: quando fazer?

Sempre que um dente é perdido, o osso que se encontrava ao redor do dente é reabsorvido, esse processo de reabsorção óssea ou atrofia. Essa atrofia torna o osso progressivamente mais fino, tornando a colocação do implante quase que impossível. A não ser que seja recriado o osso com um enxerto ósseo.

Ouça ao Dr. Markarian, especialista em enxerto ósseo para implante dentário

Enxerto ósseo para implante dentário por que é necessário?

Existem casos que estes dentes foram perdidos há muitos anos, o que torna necessário a realização de um procedimento para recriar o osso perdido. Isso é denominado enxerto ósseo. Uma prótese dentária de transição deverá ser planejada para que o paciente não fique sem os dentes durante o tratamento.

tomografia mostra perda óssea avançada verticalmente por falta de todos os dentes da arcada dentária superior
O osso da arcada dentária sofre grande atrofia quando há falta de dentes por muito tempo. Observe o avanço da perda óssea do maxilar por falta de todos os dentes da arcada.
tomografia arcada dentaria mostra perda ossea avançada em quem perdeu todos os dentes
Comparação de perda óssea (em espessura) entre uma arcada dentária com dentes e uma arcada sem dentes.

De onde vem o osso para fazer o enxerto ósseo dentário?

O melhor material para enxerto ósseo dentário, que apresenta os melhores resultados é o osso do próprio paciente. É obtido, por exemplo, durante a preparação do orifício do implante. Todavia mais modernamente os enxertos ósseos podem ser realizados com material sintético. A vantagem dos materiais artificiais é de não necessitarem remover o osso do próprio paciente e com isso diminuem a morbidade do procedimento.

Grânulos de osso bovino liofilizado utilizado para enxerto ósseo dentário

Em uma cirurgia de enxertia óssea com material sintético, o cirurgião se concentra apenas na área do enxerto ósseo e não mais em uma área doadora de osso.

Os chamados biomateriais para enxertos ósseos dentários evoluíram muito em termos de biocompatibilidade (afinidade com o corpo humano e baixo índice de alergias e rejeição).

O biomaterial atual para a enxertia dos ossos da boca tem um alto grau de conversão em osso e alta previsibilidade, o que pode ser encontrado em materiais tanto brasileiros como importados, com grandes vantagens para os importados.

Os grânulos de osso bovino liofilizado são bons materiais para enxertos ósseos. Não se trata do osso bovino bruto mas sim de um cristal de hidroxiapatita obtido do osso bovino que é tratado por química e temperatura para atingir seu estado comercial final.

enxerto ósseo dentário em pó
Enxerto ósseo dentário bovino em grânulos brancos pronto para o uso na cirurgia de enxertia

O enxerto ósseo para a boca é complicado?

Tudo depende do tipo de enxerto ósseo dentário necessário que pode ser algo bem pequeno ou também uma cirurgia maior.

  • Enxerto ósseo de complexidade menor: São aqueles para pequenas ausências de osso, ou para complementar o volume de osso logo após uma extração dentária e implante dental, por exemplo. Caso não seja feita a enxertia simultânea a gengiva da região pode murchar e o futuro dente vai ficar maior do que o ideal. Em geral para pequenos enxertos usamos os grânulos ou pó de osso bovino que são práticos de usar e tem um excelente resultado e custo / benefício.
  • Enxertos ósseos de tamanho médio: entre enxertos médios podemos exemplificar como o enxerto do maxilar superior posterior (do fundo da boca), também chamado de levantamento do seio maxilar, elevação da membrana do seio maxilar, sinus lift, enxerto de Summers.

Enxertos ósseos regionais também tem complexidade mediana e são indicados para atrofias severas de um segmento (horizontal ou vertical). Esses casos podem ser resolvidos com técnicas de enxertos em blocos ou telas de titânio.

Outros casos envolvem regiões menores como um ou dois dentes que tem como causa infecções dentarias localizadas ou perdas ósseas / dentárias antigas.

  • Enxertia de osso grande: em casos de grandes perdas ósseas como por exemplo em uma arcada dentária inteira, podem ser considerados enxertos grandes.

Como precisamos de muito material em enxertias grandes (para todos os dentes), utilizamos como área doadora o osso da bacia, chamado osso ilíaco, o que requer internação hospitalar e a presença de um médico ortopedista. Porém este método quase não é mais utilizado, pois há outras formas de realizar o caso.

Técnicas de implante dentário sem enxerto ósseo

radiografia mostra distribuicao dos implantes dentarios na arcada dentaria e a protese dentaria fixa instalada
A técnica all on four usa implantes inclinados para aumentar a profundidade da fixação dos implantes dentários. Ao mesmo tempo a angulação desvia de estruturas anatômicas importantes como nervos e o seio maxilar e permite fazer os implantes sem enxerto ósseo dentário

Algumas técnicas podem ser utilizadas para resolver casos sem enxerto ósseo entre elas os implantes dentários curtos, implantes zigomáticos, implantes angulados, carga imediata, implantes dentários mais finos, técnica all on 4 (all on four).

Com destaque especial podemos citar a técnica de cirurgia guiada para o implante dentário, que permite planejar por computador todo o processo de implantes, passo a passo a fim de mapear a estrutura do osso maxilar.

Essas técnicas visam modificar o comprimento ou posição dos implantes para fugir de estruturas anatômicas como nervos e ancorar o implante em um osso seguro. São técnicas seguras mas a indicação dependerá de uma avaliação clínica bem detalhada para prever o tratamento necessário e o valor.

Novas técnicas para enxertos de osso menos invasivos

É importante informar ao leitor que de forma ideal sempre tentaremos usar a técnica menos invasiva para resolver o caso. Isto quer dizer que o enxerto sempre será o melhor possível, com a menor invasividade e maior chance de sucesso.

Esta filosofia é mais atual e contrasta com os enxertos ósseos feitos antigamente que abrangiam grandes áreas, sendo que as usadas para implantes realmente eram apenas locais pontuais.

São técnicas de enxertos menos invasivos as técnicas com osso em pó e membranas de colágeno, osso em grânulos, enxerto da maxila por técnica de Summers.

Os exames de imagem atuais também avançaram bastante e permitem um diagnóstico muito bom da situação clínica antes de fazer o tratamento, a fim de evitar enxertos, quando possível.

E se eu tiver medo de fazer um enxerto ósseo na minha boca

Os implantes dentários resolvem muito bem problemas de pessoas que perderam seus dentes há muitos anos e não se acostumam com dentaduras.

Por isso é muito importante vencer esse medo que bloqueia algumas pessoas. Caso a pessoa ainda tenha muito medo, podemos fazer o tratamento cirúrgico dos implantes com o paciente sedado, o que significa que ele não verá nada.

E então já se animou para fazer seu implante dentário com enxerto ósseo? Não tenha medo, o tratamento vale a pena no final!

Ainda tem dúvidas? Comente abaixo e pergunte sobre implante dentário, enxerto ósseo, preço, melhor Day Clinic, estética dental e próteses em porcelana e zircônia

Endereço e Contatos da ImplArt, considerada como a melhor clínica de estética de dentes no Brasil.

Rua Cincinato Braga, 37 – cj 112

Bela Vista – São Paulo/SP – Região da Av. Paulista

11 3262-4750

Escanear o código