Pages Navigation Menu

A Implantodontia e Estética Dental pelo Especialista | fotos e video | implante dentario | reabilitação oral

Parestesia depois de uma cirurgia de implante dentário

Parestesia depois de uma cirurgia de implante dentário

Embora raro, alguns pacientes podem relatar alterações sensoriais após a cirurgia de implante dentário. São relatos como a impressão de que a anestesia não passa, formigamento, pontadas, sensação de frio, dormência, coceira ou pressão. Pode se tratar de uma parestesia depois de uma cirurgia de implante dentário.

A parestesia é alteração de sensibilidade causada por trauma de algum ramo do nervo mandibular (nervos alveolar, mentual ou lingual). Na cirurgia de implante dentário esse trauma pode ocorrer acidentalmente ou por falta de planejamento adequado.  Os sintomas de parestesia podem ocorrer nos primeiros dias ou perdurar nos primeiros meses após a cirurgia, mas normalmente não gera dor ao paciente.

É importante salientar que, nenhum cirurgião que trabalha seriamente deseja que o seu paciente tenha experiências fora do planejado. Portanto é compreensível que, mesmo raros, alguns contratempos podem ocorrer não só em cirurgias de implantes dentários, mas em qualquer outro procedimento cirúrgico. A melhor notícia é que esses eventos, na maioria das vezes, são temporários e reversíveis.

 

Como minimizar as chances de ocorrer parestesia após a cirurgia de implantes dentários?

Veja alguns pontos importantes que o paciente deve se atentar antes de se submeter à uma cirurgia de implantes dentários:

  • Procurar um profissional especializado em implantes dentários. O implantodontista é o cirurgião dentista especialista em técnicas de colocação e manutenção de implantes dentários.
  • O profissional que trabalha com seriedade e procura solucionar o problema do paciente com comprometimento, antes de tudo, planeja a cirurgia com cuidado. O planejamento tem o objetivo de identificar particularidades do paciente, como espessura óssea, localização dos nervos e até mesmo problemas sensoriais pré-existentes.
  • A conduta mais importante para o planejamento é a solicitação de exames radiológicos, principalmente a tomografia computadorizada. A imagem da TC permite ao cirurgião medir espessura óssea e selecionar as melhores posições de inserção dos pinos de implantes, bem como a escolha de implantes com comprimento e diâmetro ideais. Com a localização estratégica dos implantes e dimensões adequadas, as chances de causar algum dano as estruturas nervosas durante a cirurgia são quase nulas. A técnica chamada de cirurgia guiada por computador.
  • Desconfie se o cirurgião não solicitar exames radiológicos para planejamento da cirurgia de implante dentário ou extração dentária.

 

E se a parestesia ocorreu comigo, o que fazer?

  • Mantenha a calma. Como dito anteriormente, a maioria dos casos é reversível e temporário. O tempo de duração das sensações vai depender muito do tipo de lesão ocorrida, mas pode durar poucos dias ou persistir por alguns meses. Em geral, o reestabelecimento da parestesia acontece naturalmente.
  • Se a parestesia for consequência de um edema cirúrgico, é esperado que desapareça assim que o inchaço cessar e deixar de comprimir os nervos.
  • Retorne ao seu cirurgião, ele saberá dar a orientação correta para o seu caso.
  • Algumas condutas frequentes são a prescrição de medicamento e vitaminas e sessões de terapia com laser de baixa potência (laserterapia).

 

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco através de um dos canais abaixo:

(11) 3262-4750

contato@implart.com.br

Fale Conosco

WhatsApp: (11) 99598-1866

Skype: clinica_implart

Facebook: ImplanteDentarioClinicaImplArt

Twitter: @implart

Instagram: ClinicaImplart

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.