A busca por criar próteses dentárias cada vez mais parecidas com dentes naturais humanos sempre foi um objetivo na odontologia.

Não são só parecidas visualmente, como também funcionalmente.

Podemos afirmar que esse objetivo foi alcançado, porque hoje em dia temos próteses dentárias que são quase indistinguíveis dos dentes.

Mas então, o que há de novo na confecção de próteses dentárias?

Basicamente podemos responder isso em duas categorias: a forma como as próteses dentárias são projetadas e a forma como são executadas.

Vamos entender melhor a seguir. 

1 – Projeto computadorizado 3D

Antigamente, o projeto de uma prótese dentária era feito com base em um molde retirado na boca do paciente com uma espécie de massa.

Esta técnica ainda é utilizada, no entanto pode causar algum desconforto ao paciente, além de não permitir tanta personalização do tratamento.

Vivemos a era digital e a Odontologia certamente não poderia deixar de seguir esta tendência.

O projeto de uma prótese dentária hoje já pode ser totalmente computadorizado.

A previsibilidade dos resultados e a personalização do tratamento são bem altas.

Além disso, há uma otimização do tempo e a fase entre projeto e finalização do tratamento se torna cada vez mais reduzida.

A modelagem digital é criada no computador com base em imagens de um escaneamento no interior da boca do paciente.

A grande vantagem de uma modelagem digital é a fidelidade das informações.

Esta câmera intraoral é capaz de reconhecer a tonalidade dos dentes e gengivas, com suas texturas e formatos.

Com essas informações milimétricas, o projeto da prótese, seja ela parcial ou total, é bastante personalizado para atender as necessidades individuais de cada pessoa.

Para se ter uma ideia, existem câmeras que são capazes até de fazer a leitura das diferentes tonalidades que existem em um único dente.

Permite a confecção de uma prótese com as mesmas tonalidades, ou seja, a peça fica com aparência muito harmoniosa no conjunto do sorriso.

2 – Fabricação computadorizada 3D

Até então, a confecção de uma prótese era um trabalho totalmente manual, o que algumas vezes deixa o tratamento demorado.

Na realidade, o trabalho manual na confecção de próteses ainda é e sempre será muito importante.

Mas o grande diferencial, é que hoje em dia esses profissionais têm o auxílio de tecnologias que facilitam os trabalhos, tornando os tratamentos mais rápidos e precisos.

A odontologia hoje conta com equipamentos capazes de construir próteses bem como suas estruturas.

É o caso das impressoras 3D, que confeccionam essas peças com base em um projeto computadorizado. Conheça o Cerec 3D.

Outro grande avanço na confecção de próteses dentárias são os materiais utilizados.

Os mais modernos são a porcelana dental e a zircônia translúcida 3D, materiais comparáveis aos dentes naturais, tanto pela resistência, como pela beleza.

Muitos modelos de próteses modernas já não precisam de metais na estrutura interna, e dessa forma a prótese fica translúcida como os dentes.

Até os diferentes tons de um dente e gengiva são reproduzidos na superfície da prótese para deixa-la com um visual natural.

Conheça a coroa de porcelana metal free.

Conheça a prótese flexível

Essas tecnologias são capazes pular etapas, tornando a reabilitação mais rápida.

Isso é considerado um grande alívio para quem precisa e tem pressa de repor seus dentes.

Alguns casos podem ser solucionados até mesmo em regime Day Clinic (tratamento intensivo).

Em caso de dúvidas, entre em contato conosco ou então agende uma consulta. Ficaremos felizes em atende-lo.

(11) 3262-4750

contato@implart.com.br

Fale Conosco

WhatsApp: (11) 99598-1866

Skype: clinica_implart

Facebook: ImplanteDentarioClinicaImplArt

Twitter: @implart

Instagram: ClinicaImplart