A afta é um tipo de lesão que surge em determinados locais da mucosa oral, garganta, gengiva, lábios ou língua.

em suma, é caracterizada por lesões esbranquiçadas ou amareladas. Não apresentam pus ou pontos de infecção.

O tamanho é variavel e pode surgir uma ou mais lesões. Também pode ser chamada de úlcera oral ou aftosas. 

Primordialmente todas as pessoas já tiveram aftas e 20% da população tem esse tipo de úlcera de forma recorrente.

Elas são mais comuns em pré-adolescentes, adolescentes e adultos jovens. As lesões são benignas e não oferecem maiores riscos para a saúde.

Leia mais: fatores de risco para doença periodontal

O maior problema é o desconforto ao falar, comer e a dor que pode ser constante.

Ainda que as causas não sejam totalmente conhecidas, as aftas pode surgir devido a fatores imunológicos ou por infecções virais ou bacterianas.

Em virtude de determinados alimentos, alergias, momentos de estresse, tabagismo, deficiência de vitaminas ou ferro ou por predisposição genética.

Aftas: tratamento

Em suma, a maioria das aftas dura em média de 1 a 2 semanas e desaparece espontaneamente.

Entretanto, pessoas que apresentam aftas maiores com mais de 1 cm e profundas, convivem com problema por até 6 semanas. 

No entanto não existem remédios que cure a afta rapidamente.

Assim como ela pode durar até 2 semanas, os tratamentos procuram acelerar o processo de cicatrização da lesão.

Também existem pomadas com ação anestésica e outras que aliviam os sintomas, com corticóides e anti-inflamatórios, que porém ajudam a acelerar a cicatrização. 

Leia mais: Dentes caindo não é normal

Uma opção para reduzir o incômodo das lesões é realizar bochechos com 1 colher de leite de magnésia ou bicarbonato de sódio diluído em copo de água.

Não é recomendado utilizar substâncias abrasivas puras, como álcool e  bicarbonato, pois eles podem irritar ainda mais afta e piorar o quadro. 

O dentista pode ser procurado assim que a afta é muito grande, quando aparece rapidamente (sem haver cicatrização da primeira).

Também quando a afta demora a cicatrizar (mais de 3 semanas), infecções no local, febre ou aparecimento de sintomas outros que podem indicar a presença de alguma doença.